Como fazer um bom relatório social

Foto aérea de cinco pessoas deitadas em um gramado. Elas tem as pernas abertas e estão conectadas umas às outras pelas pontas do pé formando uma estrela.Já falamos aqui sobre a importância do relatório de atividades, agora vamos dar algumas dicas de como preparar um bom relatório para os seus parceiros, apoiadores e colaboradores.

Um bom relatório de atividades é aquele que amarra todas as pontas. Ele apresenta seu projeto, as metas, os resultados, os dados e informações mais técnicas, mas também humaniza, sensibiliza e mostra o impacto social e a relevância na vida das pessoas que fizeram parte dele de alguma maneira.

Ele pode conter muita informação, mas o ideal é que essa informação seja passada de maneira objetiva e com uma linguagem simplificada. Afinal, não adianta encher o relatório com um conteúdo que ninguém tem tempo para ler.

Algumas dicas são: seja visual, explore bastante o uso de gráficos e imagens, procure ser objetivo no texto e destacar as informações mais importantes e que irão interessar seu apoiador. Não se esqueça de mencionar as metas previstas e quais os resultados alcançados. Alguns elementos interessantes para compor o relatório são:

  • Texto institucional, de preferência assinado pelo presidente
  • Resumo do projeto com público-alvo, justificativa e objetivos
  • Resultados alcançados
  • Impacto do projeto
  • Recursos utilizados e sua origem (princípio da transparência)
  • Parceiros envolvidos
  • Clipping (notícias de mídia sobre o projeto quando houver)
  • Redes sociais e impacto gerado
  • Imagens e prêmios conquistados
  • Colaboradores
  • Contatos da organização (por incrível que pareça muitas esquecem de colocar)

 

Vale ressaltar que essas são dicas de informações básicas que podem constar no relatório, mas, de acordo com o perfil e características do projeto, é possível inserir outras informações que irão dar ao conteúdo uma cara mais personalizada e interessante. Uma dica legal é pesquisar referências de relatório de outras organizações. Isso ajuda a ter ideias de modelos e formas de apresentação dos dados.  

Outra coisa importante: é muito mais atrativo se o relatório receber um tratamento de diagramação para deixá-lo com uma aparência mais bonita e profissional. Isso geralmente é mais fácil quando o custo do relatório é previsto desde o início do projeto, falamos sobre isso no texto sobre a importância do relatório. “Puxa, mas não tenho dinheiro para isso!”. Não tem problema. O importante é não deixar de fazer. A transparência e prestar contas é essencial.

É essencial, também, que a preocupação com essa prestação de contas aconteça desde o começo do projeto e durante a sua execução. Muito do conteúdo que será incorporado ao relatório será produzido nesses momentos como dados, clipping, fotos e vídeos, avaliações do projeto vindas dos colaboradores e parceiros. Essa coleta de informação precisa ser organizada e arquivada para que no momento da prestação de contas a história do projeto e seus resultados possam ser contadas com fidelidade neste relatório.

A preocupação e o investimento no relatório vai ajudar a melhorar o planejamento e acompanhamento dos projetos e ações em execução. Além de oferecer transparência e credibilidade para a sua organização.

Por enquanto é isso. Se quiser saber mais sobre a importância do relatório acesse o link https://stacausa.wordpress.com/2016/11/16/primeiro-post-do-blog/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s